segunda-feira, 15 de março de 2021

Coluna Asas #45 - O ofício de escritor, de Ana Ayuso - (Fabio Shiva)



Amei demais ler esse livro, que recomendo para todos que se aventuram no mundo das palavras. Não foram poucas as vezes em que me emocionei até as lágrimas, e também dei muita risada com as citações de célebres autores do mundo inteiro sobre esse “penoso ofício” de escrever.

O livro é muito bem organizado, dividido em cinco partes que abordam temas como “onde nascem as histórias”, “o processo criativo” e “a angústia de escrever”. A organizadora Ana Ayuso desempenha seu papel com muita sensibilidade e competência, costurando as diversas citações com breves comentários que dão coesão e continuidade ao texto.

Sou muito grato por essa leitura, certamente uma das melhores que fiz nos últimos tempos. Sou grato sobretudo por ter me reconhecido em tantas e tantas passagens, e principalmente nas que envolvem o “lado sombrio” de ser escritor, tanto que ler esse livro foi como um rito de confirmação de minha vocação maior desta presente encarnação. Gratidão por sofrer desse mal: sou um escritor, graças a Deus!

Um detalhe curioso foi ler passagens de Clarice Lispector e Fernando Pessoa em espanhol (creio que o livro não foi lançado em português). Contudo a obra está disponível (em espanhol) em diversos links como:

https://kupdf.net/download/el-oficio-de-escritor-ana-ayusopdf_59c2913508bbc55b1768707f_pdf

Encerro com essa citação, pinçada a dedo dentre tantas igualmente brilhantes e inspiradoras:

“O ofício ou arte de escrever é o torpe intento de encontrar símbolos para o inexpressável. Em solidão absoluta, um escritor intenta explicar o inexplicável. E às vezes, se tem muita sorte e o momento é adequado, uma pequena porção do que intenta fazer escorre até a realização, mas não muito. E se és um escritor com suficiente discernimento para saber que é impossível fazer isso, então não és um escritor.”

John Steinbeck

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato:

Siga por e-mail: