segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

Coluna Asas #34 - Machado de Assis, de Alfredo Bosi - (Fabio Shiva)

 




Excelente livrinho da série “Folha Explica”, escrito pelo especialista em Machado de Assis, Alfredo Bosi, autor também de “Machado de Assis – O enigma do olhar”. Começa com um resumo das análises críticas feitas sobre a obra de Machado, que demonstram de forma muito eloquente, pelas mutações que vão sofrendo, como é verdadeiro o ditado “vita brevis, ars longa” (“a vida é curta, a arte é longa”). A obra de um gênio como Machado de Assis desafia o tempo e continua intrigando e seduzindo leitores, década após década – ainda que cada geração encontre na leitura algo de diferente.


Em seguida o próprio Bosi analisa cada um dos romances machadianos, assim como suas principais novelas, contos, crônicas, poesias e peças teatrais. Eu achei a leitura simplesmente deliciosa, quase tão boa quanto degustar diretamente os textos de mestre Machado. É preciso fazer a advertência de que as tramas dos romances são totalmente expostas aqui, por isso a leitura desse livro é recomendada para quem já leu toda a obra citada ou para quem não se incomoda com spoilers de clássicos da literatura.

Nesses nossos tempos tão esquisitos, em que o Brasil e o mundo estão tão fortemente polarizados, a leitura desse livro me sugeriu (mais) uma divertida divisão. Penso que é possível dividir as pessoas em dois tipos básicos, a partir de dois luminares de nossa literatura:

a) Tipo “José de Alencar” – pessoas imaginativas, sentimentais, grandiosas, arrebatadas, religiosas, românticas...
b) Tipo “Machado de Assis” – pessoas céticas, irônicas, detalhistas, comedidas, racionais, realistas...

Eu, que amo de paixão esses dois autores, sou decididamente um tipo “José de Alencar”! E você, qual é o seu tipo?

Palestra de Alfredo Bosi sobre Machado de Assis:




Nenhum comentário:

Postar um comentário